segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

2015 em revista


Eu sei que ando bastante ausente, mas as coisas por cá têm andado a um ritmo acelerado e não tenho tido tempo para nada! Chego à cama super cansada.
Mas bem, hoje, enquanto tento transformar um texto num trabalho, venho cá dar uma revista no meu ano, uma retrospectiva. Espero que o post não seja muito longe, vá!
Comecei um ano novo e nada fazia prever o que se havia de suceder esse ano. Fui à minha primeira Páscoa Jovem, uma experiência que quero repetir muitas vezes! 
Em Maio, a minha mãe foi parar aos hospital, com um tumor que primeiro que descobrissem... Foi sufocante! Veio embora, no meu dia de anos, que foi só um dos melhores de sempre! Nesse dia, ganhei coragem com uma pitada de raiva e disse o que queria a uma pessoa, que me estava entalada há algum tempo. Reuni alguns amigos e festejamos o meu aniversário num campo de jogos cá da zona não falta disso por estas bandas. Estive com a minha família à tardinha e à noite fui sair com os meus amigos. O dia seguinte não começou da melhor maneira, mas bem... Isso agora, é passado!
Fiz os exames e não podiam ter corrido pior na 1ª fase. Na 2ª tive uma subida abrupta de notas, que até o meu professor de Biologia, meu actual DT, me veio perguntar o que se tinha passado! Os Deuses no Olimpo tiveram piedade de mim e resolveram interceder! 
Tive um mês de Agosto bastante atarefado, com casamentos e baptizados para cantar. Mas esse foi o mês que não podia ter corrido pior... 28 de Agosto, a pessoa que era para mim como uma segunda mãe, deixa-nos para ir descansar... Foi difícil e acho que ainda não ultrapassei totalmente, mas acho que isso também nunca vai acontecer... Tenho tantas saudades tuas, tia!
Finalmente descobriram o que a minha avó tinha... Um tipo de cancro nos ossos, demasiado raro para alguém se preocupar com isso. Ficou encamada e nunca mais vai sair dali... 
Conheci montes de pessoas extraordinárias e sinto-me mesmo feliz por isso... 
A conclusão que tiro deste ano, é que mesmo quando as coisas estão difíceis, há pessoas que não vão estar nem aí para ti, que se vão estar a lixar para o que tu sentes, mesmo que tu as tenhas considerado tuas amigas... No entanto, no meio de tudo isso, há pessoas que fazem o sol aparecer e essa, agradece! OBRIGADA!

3 comentários:

  1. E que 2016 só te traga coisas boas :)

    ResponderEliminar
  2. Espero que 2016 tenha um pouco de consideração contigo e te traga imensas coisas boas :)

    ResponderEliminar
  3. Espero que tu, eu e toda a gente sejamos felizes neste 2016! :)

    ResponderEliminar

Olá pessoa que está desse lado!
Adoraria saber o que pensas sobre o que escrevi!
Sê feliz! :)